Diário: VIII Fala Outra Escola

Oi! Na última semana de julho aconteceu o VIII Fala Outra Escola, evento da Faculdade de Educação da Unicamp. Fui na edição passada, em 2015 (é bianual) e gostei muito, então quis voltar – e dessa vez apresentar um trabalho! No ano anterior apresentei meu blog na mostra de trabalhos pedagógicos, dessa vez escrevi um texto mesmo. As fotos que ilustram este post são da mostra, mais uma vez cheia de trabalhos lindíssimos!

fala1

Embora ainda fosse julho, as aulas da escola de música já tinham voltado, então não consegui participar tanto quanto gostaria :( mas aproveitei bastante cada momento. Este evento prioriza a comunicação e a troca ao invés da simples transmissão de conhecimentos, por isso tem sessões de diálogos e rodas de conversa ao invés das mesas e apresentações tradicionais dos congressos. Fiz uma oficina maravilhosa com Genifer Gerhardt, sobre a importância das coisas pequeninas e de olhar para as pessoas, e participei das rodas de conversa sobre a ocupação africanidades no Parque Oziel, que teve a participação de crianças das escolas municipais. Foi muito emocionante!

fala2

Quanto ao meu trabalho, lembro de no ano anterior olhar a lista de trabalhos e reparar que, embora o tema da inclusão estivesse (felizmente sempre está) em alta, não havia nenhum trabalho sobre gênero. Pensei então que gostaria de escrever algo para o próximo e foi isso que fiz! Assim como no Encontro de Educação Musical, também escrevi com o Leo. Nosso tema desta vez foi mais amplo: Educação musical, gênero e sexualidade: diálogos possíveis e experiências em sala de aula. Logo mais posto o texto completo aqui.

fala3

Infelizmente teve um problema técnico com o site usado pelo evento (Galoá) e nosso trabalho não apareceu na lista de comunicações, então muitas pessoas que poderiam ter vontade de nos ouvir nem souberam da existência do trabalho :(( Fomos encaixados em uma sala com pouquinhas pessoas, mas uma das professoras organizadoras do encontro foi nos ouvir e depois compartilhou sua experiência dando aula e contando para alunes sobre o casamento com sua esposa. Isso com certeza valeu muito a pena e deixou meu coração quentinho!! ♥

Foi muito bom e espero ansiosamente pela próxima edição do Fala; tenho um carinho muito grande por esse evento. E pela querida professora Liana, que o organiza com tanto empenho! ♥

Até a próxima!

fala4


Então eu realmente me formei – colação de grau

Oiê! Agora é real: eu sou mesmo uma ex-aluna da Unicamp! (porque eu tava com uma paranoia de que ia chegar na colação de grau e descobrir que foi tudo um engano e eu não tinha me formado hahahahhaah)

colacao-instagram
09/02/2012 – 15/02/2017

Continue reading


Aberta submissão de trabalhos do X EEMU

Olá! Está aberta a submissão de trabalhos para o X Encontro de Educação Musical da Unicamp! A submissão vai do dia 20/01 a 22/02 e o X EEMU acontecerá de 02 a 04 de maio com o tema Educação Musical e Inclusão: desafios e possibilidades!

Além disso, está no ar o novo site, todo bonitinho e com um sistema de cadastro mais eficiente (espero que não tenhamos problema com oficinas nunca mais!)! E isso é só o começo das surpresas que estamos preparando para a décima edição do encontro! Vai ser imperdível, hein? ;)

Então bora escrever o seu artigo! Veja aqui as normas de submissão.

Até a próxima!

cartaz


E então eu me formei

Que coisa louca, não? Agora eu sou ex-aluna da Unicamp! Contrariando todos os comentaristas de facebook que dizem que “grevista é tudo vagabundo que não quer estudar e nunca se forma”, eu terminei minha graduação! Wooooo! ★☆

cabei

Continue reading


Os cortes no orçamento de 2017 na Unicamp/IA

CONSU aprova novos cortes no dia 13/12 e prevê mais para o início do ano que vem

Após a maior greve da história da Unicamp, que foi motivada entre outros fatores pela notícia de que haveria um corte de 40 milhões no orçamento, o cenário para o ano seguinte não é dos melhores. Vão acontecer cortes em diversas partes do orçamento. A princípio nenhum corte afetará “diretamente” estudantes, já que isso iria contra os acordos para o fim da greve/ocupação. É importante frisar o “diretamente”, pois isso quer dizer que não haverá corte nas bolsas e programas de permanência, mas na prática estudantes são afetados por todos os cortes e são afetados até quando docentes ficam putas/os porque os cortes afetarão a progressão de carreira.

Neste post vou falar um pouco sobre a previsão orçamentária para 2017 e, mais especificamente, como isso atinge o Instituto de Artes. Na quarta-feira nosso diretor, Hashimoto, fez uma reunião para explicar o orçamento para a comunidade do IA. Essa reunião com o intuito de ter uma transparência com relação ao orçamento foi uma promessa de greve. No entanto, é importante ressaltar que a mesma foi divulgada por e-mail para os alunos poucas horas antes de acontecer, na última semana letiva do semestre (a mais tumultuada), impossibilitando que estudantes participassem criticamente e de forma organizada, visto que muitos tinham compromissos acadêmicos e não puderam se planejar para comparecer à reunião. Devido a essa falha na divulgação, havia poucos docentes e funcionários. Eu pude estar presente, fiz anotações e espero conseguir compartilhar aqui um pouco do que foi apresentado.

milhoes
PERMANECE AÍ A DÚVIDA SOBRE OS SUPER SALÁRIOS

Continue reading


Precisamos falar sobre esse papo de “grevistas são vagabundos”

Este post é a adaptação de um textão de desabafo que fiz na outra rede social (conhecida como facebook) após ao longo de 3 meses de greve ler aproximadamente 2376 comentários chamando grevistas de “vagabundos que não querem ter aula” (daí pra baixo).

guilherme4

Continue reading


5 anos na universidade cansam?

É uma pergunta retórica, né, todo mundo sabe que cansam. Tem gente que já não aguenta mais no primeiro ano. A universidade tem toda uma dinâmica diferente do ensino fundamental e médio, então demora um pouco (ou muito) pra se acostumar. É normal. E é normal ter dificuldade.

institutodeartes
Instituto de Artes que eu amo tanto

Continue reading


Prova de aptidão em Música da Unicamp – 2017

Oi! Este ano mais uma vez fui fiscal das provas de aptidão em Música, para ingresso em 2017. Este vestibular teve um diferencial com relação aos anos anteriores: pela primeira vez a prova eliminatória foi em vídeo, não presencial.

vestibular

Continue reading