Site MMPB: Música machista popular brasileira

Oi! Hoje queria compartilhar um site que acho ótimo: o MMPB – Música machista popular brasileira. É um projeto para identificar o machisto oculto (às vezes nem tão oculto assim) na música brasileira. Engana-se quem pensa que só vai ter funk. Tem de tudo: sertanejo, bossa nova, rock… Músicas cantadas por homens e também por mulheres.

Eu gosto particularmente do site porque ele é muito didático: além de expor o machismo, explica o problema e coloca links relacionados ao tema. Também tem de tudo: letras que comparam mulheres (tem a mulher pra casar e as outras), letras que exaltam o padrão Amelia da mulher serviçal, letras que sugerem se aproveitar (abusar) de mulheres embriagadas, letras de ciúme e possessividade, letras que assustam (com ameaça mesmo) (aliás, vocês já viram a letra da Maria Chiquinha, que Sandy & Jr cantavam quando eram crianças?), letras erotizando menores de idade (quem da minha geração não cresceu escutando aquela da roda gigante dos Raimundos?)… a lista é longa.

Você pode entrar e contato e enviar uma música!

Até a próxima!


A suspensão do curso de licenciatura em Música na UNAERP

Olá. Este triste post é escrito com informações da querida Thais Padovani, formada na licenciatura em Música na UNAERP e atualmente fazendo bacharelado em canto na Unicamp. (que entrou em contato pra dizer que acompanhava meu blog, o que é sempre uma felicidade! ♥)

De acordo com a coordenação, o curso não foi extinto, está suspenso por causa da baixa procura pela licenciatura – o que é estranho, pois nos comentários do post da Thaís uma moça, a Cintia, diz que várias pessoas tentaram a bolsa do ProUni e não foram convocadas, então teve procura, sim. Talvez não grande o bastante para dar lucro? Esse é o problema de comercializar a educação…

Continue reading


O bizarro caso do rapaz que pegava vídeos de pessoas tocando e dizia que era ele

Nos últimos dias o assunto do twitter tem sido plágio, pois vários casos foram descobertos e denunciados. (que coisa feia, hein?) Vou falar aqui sobre um caso relacionado a música, que foi o que mais achei bizarro. Roubar texto, roubar desenho, isso tudo a gente já viu acontecer bastante. Mas roubar vídeo de piano?!???!???!


screenshot retirada do vídeo do Eric

Continue reading


Mini-curso gratuito: Educação musical, gênero e sexualidade

Olá! É com muita alegria que divulgo que na próxima quarta-feira, dia 25/04, eu e o querido amigo Hugo Romano Mariano ministraremos no XI Encontro de Educação Musical da Unicamp o mini-curso Educação musical, gênero e sexualidade.

Ele acontecerá das 19 às 21hs na sala 22 do Instituto de Artes. Será gratuito e aberto ao público, é só chegar! Caso queira participar das demais atividades do encontro, você pode consultar a programação aqui e realizar a sua inscrição no próprio evento. As inscrições virtuais terminam amanhã, dia 23/04.

Segue a sinopse do nosso mini-curso:

O mini-curso tem o objetivo de apresentar uma análise e descrição interdisciplinar dos conceitos de gênero e sexualidade amalgamados à educação musical a partir das perspectivas pós-estruturalista, da sociologia da música e dos estudos queer. Tal proposta traz uma reflexão sobre as três atividades principais na música – compor, ouvir e tocar – que, por sua vez, são entremeadas pelo estudo da história da música e pela aquisição de habilidades onde as poéticas musicais e práticas sociais estão envolvidas por uma reflexão sobre educação musical diante da diversidade.

Nesta perspectiva serão explicitados dados de pesquisa que mostra como educação musical, em contexto de educação formal, é elemento importante da construção das identidades de gêneros dos sujeitos. Será feita uma reflexão sobre como as crianças pequenas, em seus processos de apropriação da música, constroem os significados inerentes e delineado avaliados a partir da categoria de gênero, sob o prisma da noção de dominação masculina.

Após a exposição teórica, será proposta uma reflexão ativa sobre como as questões de gênero e sexualidade se fazem presentes no cotidiano escolar, dentro e fora da sala de aula. Faz sentido pensar nessas questões na aula de música? Como a/o docente pode atuar na tentativa de desconstruir estereótipos de gênero e preconceitos? Qual a importância do repertório de atividades para auxiliar nesse trabalho? Esta etapa da oficina será feita a partir de uma troca de experiências, vivências e questionamentos.

Na verdade nós pretendemos fazer menos exposição e mais diálogo, então vai ser muito participativo. Vem, gente!

Fico particularmente feliz por estar neste mini-curso com o Hugo porque, como sempre gosto de lembrar, foi ele que me fez começar a refletir sobre questões de gênero na prática educativa, durante as oficinas de musicalização onde atuamos juntos. Sim, a culpa é toda dele!!! :)

Até lá!


A situação precária do Instituto de Artes da Unicamp em 2018

Oi! Eu estou no Instituto de Artes desde 2012, passei pela greve de 2013 e 2016 e agora estamos em um novo processo de mobilização (enquanto o DCE finge que nada está acontecendo após vazar da assembleia geral por não quererem votar uma pauta), que já resultou em duas paralisações no IA, uma na última quinta-feira, quando outros institutos também paralisaram, e outra na segunda (também conhecida como hoje).


Obrigada, Geovana, por mandar as fotos dos cartazes!

Continue reading


Voltando de novo!

Às vezes eu tenho a impressão de que metade dos posts recentes do blog é tipo “voltei”. Mas pelo menos eu estou voltando, né? =p

Bom, o último mês foi o caos na minha vida, além disso também troquei o servidor do blog, por isso ele ficou fora do ar por alguns dias. Mas voltei de novo e espero que desta vez consiga manter alguma periodicidade.

Como vocês estão? Tem várias ideias que eu tive (lendo o livro Mostre seu trabalho) e que ainda não consegui colocar em prática por um misto de falta de tempo e/ou disposição, mas vamos ver se agora vai.

Estou cursando o mestrado, estudando bastante, tá bacana. Estou trabalhando menos do que precisava (quem pode dizer que está trabalhando o suficiente?), tá difícil pagar todos os boletos mas tenho esperança de que as coisas vão melhorar logo. Fiquei triste porque perdi o prazo da Anppom (Associação Nacional de Pesquisa e Pós-Graduação em Música) por não estar bem, mas vou enviar o que estava escrevendo pra ABEM. (Associação Brasileira de Educação Musical) Também fiquei triste porque não fui convocada no edital pra tutoria no EaD da UFSCar, era uma prova de títulos e pontuei bem menos que várias outras pessoas, queria muito ser tutora mas segue o jogo.

Estou fazendo trabalho voluntário nas feiras de adoção de uma ong de Campinas, o Gaar (Grupo de Apoio ao Animal de Rua), e isso me deixa muito feliz – fazer trabalho voluntário com bichinhos era uma das minhas metas para este ano. Fui no show do Gorillaz no finzinho do mês passado! :D O que era completamente impensável pra mim alguns anos atrás, haha. Foi divertido!

O que vocês estão fazendo de bom??

Até a próxima!


A pós graduação em Música na Unicamp

Oi! Semana passada eu tive uma aulinha de recepção da pós graduação, que serviu para explicar várias questões sobre o curso e a pós em si. Como muitas pessoas ficam curiosas para saber como é o mestrado em Música, vou compartilhar algumas informações aqui. :D

Continue reading


Livro: Mostre seu trabalho!

Oi! No começo do ano a Melina, a Loma e a Maki anunciaram o nascimento de um clube do livro, o Infinistante! Eu sempre quis fazer parte de um clube do livro, então fiquei muito empolgada!! E o melhor é que todo mundo pode participar, esteja onde estiver! ♥

O primeiro livro não podia ter sido melhor: Mostre seu trabalho, do Austin Kleon, foi um dos livros mais inspiradores que li – já tive ideia de uns cinco projetos novos depois de ler!

Continue reading