O amor vence o ódio

Vivemos em tempos difíceis. São tempos em que o ódio está solto nas ruas. As pessoas não têm vergonha de falar as coisas mais horríveis na internet. Não têm medo de agredir e até matar quem pensa diferente. Políticos homenageiam torturadores, ameaçam prender ou expulsar pessoas e nada acontece. Parentes, pessoas queridas, que não queremos acreditar que são pessoas horríveis, permanecem indiferentes e viram o rosto diante de nosso medo.

As pessoas estão com medo. Alguns zombam dizendo que agimos como se a violência não existisse antes, porém falta empatia para entender que, sim, crimes de ódio já ocorriam (e já lutávamos contra eles), porém agora eles têm motivação política, os criminosos bradam o nome de seu herói, um político que, ao incitar a violência e dizer que não controla seus eleitores, legitima os crimes que estão acontecendo.

São tempos difíceis. Tememos por nós. A falta dos que se foram dói. E é nesses tempos que mais precisamos de união. Precisamos ficar juntas e juntos. É por nossa segurança, física e mental. Fiquemos perto das pessoas que nos querem bem, cuidemo-nos. Perguntem às pessoas que você conhece se elas estão bem, se precisam de ajuda, se querem desabafar. Encontrem-se para tomar um suco, um café, umas cervejas. Vão juntas/os em atos e mobilizações, pois ver pessoas juntas lutando pelo que acreditam traz esperança, de que tanto precisamos. E acreditem que o amor vencerá o ódio. Aquilo que destruírem, reconstruiremos. Haja o que houver, nos dias mais escuros, precisamos acreditar nisso. Lutemos com amor, pois o amor vence o ódio.

Marielle presente. Anderson Gomes presente. Mestre Moa presente. Laysa presente.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *