A retrospectiva 2015 e as metas para 2016

Olá! Quando chegam esses últimos momentos de um ano, não dá para não ficar pensando no que aconteceu pra fazer um balanço, né? 2015 foi um ano estranho e cheio de plot twists, aconteceu muita coisa que eu não imaginava e não tinha planejado.

agenda2016

Do ponto de vista acadêmico, foi um ano interessante. Organizei e participei do VIII Encontro de Educação Musical, no qual apresentei dois trabalhos: “Os blogs como ferramenta para a educação musical”, com o andamento da minha iniciação científica, e “Flauta doce e musicalização no Pibid Unicamp”, que escrevi junto com o Matheus. Também fiz pela segunda vez o curso de rítmica Dalcroze, que me decepcionou bastante por questões, hum, de visão de mundo diferente, por eu achar que não é cabível, por exemplo, fazer piada com violência doméstica em um curso – o que é pior, ministrado para uma maioria de mulheres. Praticamente na sequência fui para a V Jornada de Estudos em Educação Musical, que me deixou com o coração mais leve por tratar justamente de uma visão mais humanista da educação, chamando atenção para as minorias. Lá apresentei o trabalho “Musicalização inclusiva: adaptações para uma criança cega em aulas em grupo”. Não parei nem em julho! Fiz o módulo de Música do curso de formação montessoriana em São Paulo e logo em seguida participei do VII Fala Outra Escola, evento da Faculdade de Educação da Unicamp, onde expus este blog aqui na mostra de trabalhos pedagógicos! E no final de novembro apresentei o poster da minha iniciação científica – Os blogs como ferramenta para a educação musical – no XXIII Congresso de Iniciação Científica da Unicamp.

Quanto ao trabalho, estou feliz por ter conseguido novos alunos particulares. Continuo como estagiária no Centro Musical Manoel José Gomes e dando aula no Instituto Musical e Cultural Souza Campos. Comecei a dar aula em um colégio mas saí de lá por causa de alguns problemas, o que me deixou na bad no fim do ano. Mas em todo caso valeu pela experiência.

E no lado pessoal, a melhor coisa de 2015 certamente foram as pessoas que conheci, seja “na vida real” ou no twitter. Pra falar a verdade, pra mim não tem uma distinção muito grande nessas duas categorias, já que eu sempre conheço muita gente do twitter pessoalmente e vice-versa. Estou muito feliz com as pessoas ao meu redor, sinto que estou cercada de pessoas boas que me querem bem. ❤ A mudança com o Gald aconteceu de uma forma imprevista e num dos momentos mais corridos da minha vida, mas aos poucos as coisas estão se encaixando, se consertando e se acalmando. Sinto que tenho o que queria ter e estou onde queria estar. E essa é a melhor sensação do mundo. ❤

CXFpZ_ZWAAAFEv_.jpg:large

Metas pra 2016

  • Em 2016 eu espero conseguir mais alunos particulares, talvez aqui no meu bairro. Também quero dar aula em escola.
  • Quero trocar de carro para um que me dê menos problema, mas está difícil.
  • Vou me formar na graduação e talvez – ainda não decidi – tentar já entrar no mestrado
  • Quero participar de encontros e eventos acadêmicos e publicar mais!
  • Quero me dedicar mais ao piano e melhorar minha técnica vocal.
  • Quero deixar minha casa aconchegante e arrumada.
  • Espero conseguir poupar dinheiro e aprender mais sobre finanças.
  • Pretendo experimentar muitas receitas novas, incluindo com aspargos!!!
  • Quero praticar atividades físicas e voltar pra dança do ventre. ❤

Acho que por enquanto tá bom, né?

Então é isso aí, feliz ano novo e que 2016 seja um ano fantástico para todos nós! ❤

Posts relacionados:


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *