Narrativa sonora

Oi! Este post é sobre o meu trabalho (em grupo) de trilhas sonoras! Peguei essa disciplina porque achei que seria legal, e estou gostando :3

A ideia era fazer uma narrativa sonora, ou seja, contar uma história apenas através de sons. Não podíamos usar diálogos ou palavras, só uns resmungos tipo “blablabla”. (esqueci o termo técnico pra isso!) E, olha, isso é mais difícil do que parece! Porque uma pessoa que não conhece a história pode ter uma interpretação completamente diferente. Percebemos isso ao mostrar um preview para algumas pessoas opinarem! Na última aula ouvimos e analisamos o trabalho de vários grupos. Mas não deu tempo e o meu ficou de fora. #chateadissima

Falando sobre o grupo, os integrantes são: eu, da licenciatura em música. A Ananda, da composição. O Yuri, do bacharelado em piano. A Isabela, da midialogia. E a Gabriela, mais conhecida como Platy, das artes visuais. Bem variado, né? :3

Vou colocar aqui o vídeo, com o roteiro “oculto” embaixo. É importante ouvir antes de ler, hein? Para não serem influenciados por já saberem o tema!


http://youtu.be/iMoSgzuJS5M

Alguns sons nós gravamos com o meu gravador e outros pegamos do Free Sound. A Isabela foi a moça e o Yuri foi o outro personagem!

Aqui está o roteiro, escrito em cor branca: selecione com o mouse para ler. Tudo começa com uma mulher varrendo o quarto e cantarolando enquanto faz isso. Ouve-se barulho de vidro se quebrando e ela para de varrer. Ela anda até o outro cômodo para ver o que aconteceu e grita porque encontrou um zumbi, que faz grunhidos ininteligíveis. Imediatamente ela corre o mais depressa que consegue e se tranca no banheiro. Sua respiração é pesada por causa do medo. Ela pega o celular e decide ligar pra alguém. Digita o número e ouve o celular chamando. A pessoa do outro lado atende mas não fala nada, a mulher está paralisada pelo choque e também fica em silêncio. Dá pra ouvir apenas ruído e barulhos caóticos, e enfim um grito seguido por grunhidos de zumbi ao longe, que indicam que a pessoa foi assassinada. O celular do morto cai no chão e é possível ouvir ao longe sons caóticos como gritos, sirenes, carros batendo, até que não se ouve mais nada – provavelmente porque alguém pisou no celular e o quebrou. A mulher trancada no banheiro começa a chorar. Ouvem-se batidas na porta, o zumbi está tentando entrar. Um barulho mais forte indica que a porta foi arrombada. A mulher grita e ouvem-se barulhos de luta, até que um último grito seguido por barulho de mastigação mostra que ela morreu.

Espero que tenham gostado! Até a próxima :)

No related posts.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *