E as lives da quarentena?

Olá, olá, quarenteners! Como vocês estão? Maratonando séries? Lendo a pilha de livros comprados na última promoção? Fazendo correntes no facebook? Acompanhando lives de artistas?

O Marcelo, um dos meus bixos preferidos e meu parceiro para escrever sobre (preconceito com) sertanejo dentro da academia (a intelectual, não a de ginástica), escreveu um texto muito bom (orgulho): lives de quarentena, contradições e indústria do entretenimento. Este post é uma indicação de leitura com um comentário pequenininho.


Imagem retirada daqui

“A indústria do entretenimento tem ajudado as pessoas a não pensarem 24h por dia na catástrofe iminente, ajuda em nossa saúde mental. Mas ainda é uma indústria, inserida em uma lógica capitalista, e por isso segue contraditória e com uma infinidade de questões. Segue colocando vida de trabalhadores e famílias em risco.” (Marcelo)

São questões a se pensar. Sei lá, acho que ninguém nunca tinha pensado sobre indústria do entretenimento numa pandemia, né. (já imaginando todas as análises sociológicas da pandemia quando tudo isto passar) Por um lado, realmente tem toda a questão da saúde mental pra gente não surtar (muito), além das doações que estão sendo feitas e até mesmo conscientização, já que artistas estão falando para as pessoas se cuidarem, terem cuidados com a higiene etc. Por outro lado, fica o questionamento: será que é mesmo necessário ter toda essa infraestrutura gigantesca e um monte de funcionários? Espero que no mínimo as pessoas estejam se protegendo direito nas lives.

E eu? Bom, não tenho acompanhado essas lives superproduzidas porque não teve nenhuma que me causou um “UAU PRECISO ASSISTIR”, estou falando mais pelo que tenho visto no twitter. Tenho acompanhado algumas lives e debates sobre educação e política, principalmente nas páginas da Adunicamp e da CST. Mas queria ver algumas lives musicais mais caseiras, sabe? DESCULPA, eu juro que não quero soar como a diferentona que não acompanha artístas da ~grande mídia~ mas uh.

E vocês? O que têm assistido? Me chamem pra ver uma live!


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *