Kamen Rider Hibiki: enfrentando monstros com música

Olá! O post de hoje é sobre um tokusatsu com temática, de certa forma, musical. Tokusatsus são as séries japonesas de super herois, como Jaspion, Ultraman, Super Sentai (Power Rangers)… Já falei sobre outro Kamen Rider que mostrava violinos, o Kiva.

Então, existem muitas séries de Kamen Riders (que significa literalmente Motoqueiro Mascarado), sai uma por ano. Só por curiosidade, os kamen riders deste ano são samurais com armaduras de frutas. Enquanto isso, o sentai deste ano é um grupo que luta com dinossauros e “samba” pra se transformar. As aspas são porque, bom, eu não sei sambar mas sei que aquilo não é samba.

Enfim, vamos voltar pro Hibiki, que é o kamen rider de 2005. Qual é a temática musical dele? É o seguinte. Os kamen riders, que nessa série são chamados de onis, lutam contra mostros chamados de makamou usando… instrumentos musicais como armas! Sim, é isso mesmo! A justificativa é que essas armas-instrumentos são feitas de forma que produzem um som purificador, que elimina os makamou.


Ibuki

O principal oni é Hibiki, que usa como arma baquetas de taiko. Taiko é um tambor japonês, tocado na vertical. Ele bate no monstro e também consegue produzir fogo com os bastões. Também temos Ibuki, que toca um trompete que pode ser soprado ou utilizado para atirar como arma de fogo. E a dupla formada por Zanki e seu discípulo Todoroki, que usam guitarras elétricas. Não, eles não lutam com a arma ligada na tomada, ela tem o poder do trovão!


Zanki e Todoroki

Mas eles não são os únicos onis. Existem muitos espalhados, cada grupo lutando em uma região com o apoio da organização chamada Takeshi, que pesquisa sobre os monstros e produção de armas. O filme especial de Hibiki mostra muitos outros riders com instrumentos diferentes. Vou colocar algumas imagens no final do post. Tem uma flauta que é lança, um triângulo que é nunchaku, pratos… Só fiquei triste por não ter nenhum teclado! :(

O personagem principal ao lado de Hibiki é Asumu, um adolescente tímido e inseguro que começa a se espelhar em Hibiki para vencer os próprios medos. Será que Asumu vai se tornar discípulo dele para virar oni? A história não foca apenas na luta contra monstros, mas também no relacionamento e evolução dos personagens.


Asumu e Hibiki

Essa série é diferente dos outros kamen riders. O Gald por exemplo comentou que é um ótimo tokusatsu mas não tão bom como kamen rider. No começo é meio confuso, os onis (demônios) são os kamen riders e não os monstros (makamou). O andamento é leeeeeento, o começo é muito monótono. Mas depois entram os outros personagens e começa a melhorar. Além da diferença na nomenclatura, as transformações são peculiares. Normalmente os riders se transformam usando um cinto e falando “Henshin” (“transformação”). Em Hibiki cada um usa um acessório. O Hibiki usa um diapasão, Ibuki usa um apito e a dupla Zanki e Todoroki usa cordas de guitarra.


Hibiki com o diapasão

Outro detalhe são as mudanças feitas no meio da série. Nos primeiros episódios ela tinha uma pegada de musical, os personagens começavam a cantar (!!!!!). Muitos dos meus amigos têm horror a isso, mas não dura muitos episódios. Depois teve uma mudança de direção e trocaram a abertura, que era instrumental e combinava perfeitamente com o clima mais sóbrio da história para uma abertura mais “comercial”. Queria colocar as duas aqui pra comparação, mas não encontrei no youtube. Mais uma mudança: os monstros humanóides que criam os makamous são um casal onde a fêmea tinha voz masculina e o macho tinha voz feminina, até que em determinado episódio eles invertem sem nenhuma justificativa. O final também é polêmico, parece que alteraram de última hora; particularmente gostei do final, então não reclamo disso.

Enfim… Vale a pena assistir, mas é preciso paciência para passar dos primeiros episódios. Não espere uma série animada como W, OOO ou mesmo Kiva. A parte mais legal, sem dúvida, é o taiko. Dá pra ver o Hibiki praticando no instrumento de verdade!

Alguns riders secundários:


É uma mulher! :D

A música de encerramento é muito legal! Vou colocar aqui um vídeo dela ao vivo então. :)


http://youtu.be/GKDR-6WGqJA

Ah, o Asumu toca em uma banda (ou tenta) e um dia pede conselho para o Hibiki. Anotei o que ele disse, vou traduzir:

– Hibiki, você alguma vez já perdeu a habilidade de tocar bem o taiko?

– Já… o tempo todo. Quando isso acontece, entro na floresta e abro meus olhos. O farfalhar das árvores… a correnteza do rio. Na natureza… tudo tem ritmo. Incorpore essa batida (*). Se você fizer isso… sua mente se esvazia. Quando a mente está vazia, consigo retomar meu próprio ritmo.”

(*) Ele usa a palavra “hibiki”, que literalmente quer dizer batida!

Hit the beat! Keep your beat! Até a próxima! ( ̄▽ ̄)ノ

Posts relacionados:


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *