Balé: A Bela Adormecida

Olá! Mantendo a tradição de escrever sobre as óperas e balés no Cinemark, vou falar sobre o balé da Bela Adormecida, de Tchaikovsky. Fui ver na quinta com a Ananda e a Lais, e fico tão feliz por ter amigas que vão comigo ver balés e óperas! A Miriam, que costuma ser minha companhia, já tinha assistido no fim de semana.

Assistindo no cinema

Achei que dessa vez a exibição foi muito simples. Em todas as vezes tem uma narração antes, falando um pouco sobre a peça. Às vezes tem gravações dos bastidores também. São pequenos detalhes que fazem uma grande diferença, especialmente porque o preço do ingresso não é barato. Não sei por que não teve dessa vez… Se era por causa do horário ou se não gravaram…

Outra crítica que tenho, dessa vez quanto ao cinema mesmo, é que é a terceira vez que assisto Royal Opera House no Cinemark de Campinas (muitas vezes vejo com o namorado em São Paulo) e em duas das vezes demoraram pra acender as luzes no intervalo e, pior, pra apagar as luzes novamente quando terminou o intervalo. Sem brincadeira, devem ter demorado uns 5 minutos. O desconforto de todos era visível. Acho que vou até reclamar por email. Parece uma bobagenzinha à toa, mas acho que se algo nos desagrada, precisamos reclamar para que as empresas melhorem.

A história

É desnecessário falar, né? Todos conhecem a história da Bela Adormecida, um dos contos de fadas mais populares! (Será por isso que não teve vídeos extras?) O prólogo mostra a comemoração do nascimento da princesa, com as fadas dando presentes e a fada maligna, Carabosse, chegando furiosa por não ter sido convidada. Ela amaldiçoa a princesa, dizendo que em seu décimo sexto aniversário ela picará o dedo em um fuso e morrerá. A fada lilás dá o seu presente. Ela não pode anular a maldição, mas consegue mudar para que a princesa não morra, e sim caia em um sono profundo até ser despertada por um beijo de amor de um valente príncipe.

O primeiro ato mostra o aniversário de dezesseis anos da princesa. O rei descobre que algumas mulheres têm agulhas de tricô e fica muito bravo, já que todas as agulhas haviam sido banidas do reino. Ele sentencia as mulheres à morte, mas a rainha mostra clemência e as salva. A princesa dança feliz, e todos estão felizes pois acham que a maldição não se realizará. Entretanto, uma idosa mostra um fuso a Aurora, que fura o dedo ao brincar com ele. A idosa era na verdade a fada má, que desaparece em triunfo. A fada lilás faz com que todos caiam no sono junto com a princesa.

O segundo ato mostra o príncipe Florimund caçando com membros de sua corte. Ele sonha com um amor ideal e é encontrado pela fada lilás, que lhe mostra uma visão da princesa Aurora. Ele se apaixona à primeira “vista” e pede que a fada o leve até ela. Na entrada do castelo, encontram Carabosse, que é rejeitada pela fada lilás. Sem muita dificuldade, o príncipe desperta Aurora e o feitiço é quebrado.

O terceiro ato mostra a festa de casamento dos dois, com vários personagens de contos de fadas dançando.

Royal Opera House

Falar que a produção da ROH é belíssima já é chover no molhado. Adorei os figurinos, cenários, todos os detalhes. Amei particularmente a fada má, heheh! Tenho uma queda por vilões de balé, amo o Evil Owl também! ❤ A roupa da princesa é muito linda! E ela é o princípe formavam um casal muito fofo!

A única coisa que eu queria é que tivesse uma batalha mais dramática com a fada má, mas isso não é bem uma decisão da ROH.


http://youtu.be/7ZL30OulLcA

Mais Royal Opera House

Quinta agora tem outro balé! Um mais moderno, da Alice no país das maravilhas! É só na quinta, 16:15 transmissão ao vivo. Claro que eu vou aproveitar que não tenho aula e assistir :D Assim este mês foi uma ópera, dois balés, um show e um musical… Meu bolso sofre mas eu aproveito!

Até a próxima!

Posts relacionados:


2 Responses to Balé: A Bela Adormecida

  1. Quando fui pensei exatamente no problema de não apagarem as luzes depois do intervalo. Mas pra minha surpresa, talvez porque o cinema estava vazio, na hora do intervalo tinha um funcionário na porta que ficou de olho no cronômetro e acendeu/apagou as luzes no horário! Então tudo depende da boa vontade do pessoal do cinema =/

    Sobre a produção não há muito o que comentar… lindíssima. Fiquei impressionada com a bailarina que faz Aurora.
    Também fiquei tentando caçar alguma bailarina que tivesse participado de O Quebra Nozes e só reconheci a bailarina que fez a Clara, mas estava num papel bem menor… Queria ter visto a que fez a Fada Açucarada também….

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *