Diário: Expomusic 2012

No último fim de semana aconteceu a Expomusic 2012, e eu fui no sábado. Fui junto com o Blue (meu namorado lindo), a Su (minha querida colega de turma na Unicamp), o Ro (ele faz um “curso parente”, artes visuais, e tem aula no mesmo prédio, então é da família) e o Marvin (nosso companheiro de qualquer saída).

Este post aqui conta um pouquinho como foi, com muitas, muitas fotos.

Nós nunca tinhamos visitado a Expomusic, então não sabíamos direito qual era a proposta do evento. É o seguinte: é um evento realmente voltado pra lojistas. Ou seja, foi meio decepcionante quando descobrimos que os stands estavam proibidos de vender qualquer coisa. A Su queria comprar um case pro bandolim dela e perdeu a viagem nesse ponto.

Não entendi muito bem a restrição porque tinha um stand vendendo livros e revistas (da editora Keyboard), tinha a minha loja preferida de coisinhas musicais (Empório Musical), tinha alguns outros stands vendendo bottoms, revistas e coisinhas assim… Talvez a restrição fosse para instrumentos, mas tinha outra editora proibida de vender livros. Estranho.

No fim do dia, o Blue e o Marvin ficaram conversando sobre o público-alvo, e como faz sentido uma exposição para lojistas não permitir vendas pro “povo”. Como eu não entendo nada de administração e etc, fiquei só ouvindo. Mas pareceu fazer sentido.

O evento é legal por outros motivos. É muito legal ter a chance de ver diversos fabricantes e lojas e poder experimentar instrumentos de todos os tipos, conversar sobre eles com os vendedores etc. O pessoal dos stands também quer vender seu peixe depois do evento e é bem atencioso em busca de potenciais compradores. Tem shows, apesar de eu não ter assistido nenhum.

Aliás, falei sobre testar os instrumentos… Dos stands que vi, só o da Yamaha tinha uns papeis escrito “Favor não tocar”. O que é engraçado, porque pode ser tocar de encostar e tocar de tocar mesmo! E, ainda assim, vi pessoas socando uma marimba. Sério, como não tinha as baquetas, eles deram socos no instrumento. A falta de educação do povo me entristece :\

Mais uma consideração: o centro de exposição do Center Norte é enorme. A fila estava gigante, mas andando rápido. Tinha muita gente, mas dava pra andar tranquilamente e ver tudo numa boa. Sem comparação com a Bienal do Livro, que estava um inferno intransitável.

Então, agora vamos ao que interessa: fotos e comentários! Não lembro o nome de todos os stands, então alguns estão sem identificação.

Momento cordas

Stand da Ibanez e depois um outro mais acústico. O Blue gostou bastante do banjo mas dormi no ponto admirando e não tirei foto ;__;

Expomusic 2012

Expomusic 2012

Momento percussão

A Su ama percussão! Eu estou descobrindo uma nova paixão. Minha cara tá muito estranha.

Expomusic 2012

Expomusic 2012

Momento teclas

Aí, sim, isso é mais a minha praia! Stand da Kurzweil. Não é nenhum segredo que eu sou uma entusiasta de pianos acústicos e não ligo muito pros digitais, mas esses eram bem agradáveis de tocar. Tinha até um que parecia mesmo um piano de armário!

Expomusic 2012
Expomusic 2012 Expomusic 2012
Expomusic 2012

Momento sopro

Acho instrumentos de sopro tão lindos…

Expomusic 2012

Fotos aleatórias

Expomusic 2012

Expomusic 2012

Expomusic 2012

Expomusic 2012

Momento despedida

A Su estava muito cansada, porque tinha passado a semana trabalhando voluntariamente na organização do Encontro de Educação Musical da Unesp. Então ela precisava fazer a jornada de volta pra Campinas, dormir e estudar. Por isso ela e o Ro foram embora antes, é uma pena :(

Expomusic 2012

Momento PIANOS ❤

Aí, sim, a Patty K vai ao delírio! Tinha o stand da Gluck Pianos (eu acho; tinha tanto nome de loja e fabricante lá e o panfleto que eu peguei está tão confuso quanto), com pianos das linhas Boston e Essex (designed by Steinway & Sons).

Isso sim é piano! ❤ O toque daquelas teclas faz você sentir que está no paraíso, é um sonho. ❤ Minha maior reclamação é que estava muito difícil de ouvir, porque tinha um stand de bateria ou show ou algo parecido nas proximidades.

Estava lá olhando um dos pianos quando um dos vendedores vai lá, mexe e… o piano começa a tocar sozinho! ∑( ̄□ ̄;) Bruxaria! Assombração!! Tem um cd que você coloca e os martelos tocam a peça, e as teclas acompanham. Sério, eu não consigo entender direito como funcionam esses pianos meio acústicos, meio digitais. E não entendo mesmo por que alguém gostaria de ter um piano-fantasma, mas ok.

Depois fui perguntar, só por curiosidade, qual era o piano de cauda mais barato ali. Era justamente o piano-fantasma. Apenas R$ 49.900, uma bagatela!

Expomusic 2012
Expomusic 2012 Expomusic 2012
Expomusic 2012

Expomusic 2012

Gravei um vídeo curtinho do piano tocando sozinho. Dá pra perceber como o lugar tava péssimo pra se ouvir qualquer coisa.


http://youtu.be/mhM9pa6vHBs

Momento livros

Editora Keyboard. Gente, eu quero estes livros de Pedagogia da Música!!! Eles são lindos, eu preciso deles!!! >__< (pessoa muito viciada em livros) Nem perguntei o preço pra não cair em tentação. Comprei só um livrinho de flauta doce que tá na foto no final do post. Expomusic 2012

Momento percussão

O stand mais lindo depois dos pianos. Jog Vibratom. Tinha muitos instrumentos para musicalização de crianças e instrumentos mais “sérios” como marimbas e vibrafones. O moço foi muito simpático e conversou com a gente, falou preços, nos deu cartão, panfleto, caneta. Gostei muito da loja! (eu nunca vou ganhar dinheiro com propaganda no blog porque faço isso de graça, né?)

O Blue não quer me deixar ter uma marimba T_T Só porque eu também quero um piano de cauda e um cravo! Desculpa se eu tenho um fraco por instrumentos grandes!

– E um vibrafone, eu posso ter? É menorzinho.
– Mas você já tem um celular que vibra.
– …

Expomusic 2012
Expomusic 2012 Expomusic 2012
Expomusic 2012

Expomusic 2012

E foi isso aí!

Gostei da feira, foi bem divertido. Foto final com todos os panfletos que ganhei e o livrinho que comprei. Até a próxima!

Expomusic 2012

Posts relacionados:


3 Responses to Diário: Expomusic 2012

    • Não cheguei a olhar 100% da feira, acho que só uns… 85%, por aí. Não vi Fritz por lá, eles costumam ir?
      A Yamaha não tinha pianos, o stand que eu vi só tinha marimbas e instrumentos de sopro. Não sei se tinha um stand só pra teclas…

      • Hmmm… É que faz alguns anos que não vou numa Expo.

        Mas a Fritz costumava marcar presença. Ainda mais que eles são os representantes da Kawai no Brasil. Da ultima vez que fui, se me recordo bem, levaram alguns modelos da Kawai pra expor. (Acho que eram 1/4 de cauda)

        Quanto a Yamaha, dá ultima vez que fui, levaram uma boa gama de pianos pra expor, tinha até um 3/4 (acho) de cauda lá. Tinha alguns pianos "assombrados" (huahua!) também.

        Pena que na época eu não tinha a mínima capacidade de avaliar um piano… =p

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *