“Enciclopédia” Salvat de Instrumentos Musicais

Vocês já viram nas bancas os fascículos de Instrumentos Musicais que estão sendo lançados pela Salvat? Cada edição é sobre um instrumento e vem com uma miniatura do mesmo. Foi uma ideia linda, bem elaborada, mas absurdamente pretenciosa. Eu explico o porquê.

Estou com a primeira edição em mãos: a do violão. É cheia de informações, imagens e com uma diagramação linda. São 12 páginas que falam detalhadamente sobre a história do instrumento, o processo de fabricação, os elementos do violão e alguns dos principais intérpretes pelo mundo. A miniatura é bem feita, cheia de detalhes, uma pequenina obra de arte. Dá até pra você mexer nas cordas do violão.

Fiquei encantada quando descobri essa coleção. É claro que eu adoraria ter todos os fascículos, compraria só pelas informações, e as miniaturas são um bônus muito atraente. O problema é que não é uma coleção em, digamos, 10 volumes. De acordo com o site (um pouco confuso), estão previstas no mínimo 60 edições. Uma edição a cada duas semanas. Não há em nenhum lugar uma listagem dos instrumentos, muito menos da ordem de publicação. Mas há uma previsão, porque fuçando na página do Facebook descobri que o piano vai sair na edição 60.

Ou seja, até eu colocar as mãos na edição do meu instrumento vai demorar 30 meses e, se eu comprar a coleção inteira como gostaria, vou gastar cerca de 2100 reais. A primeira edição custa R$ 9,90. A segunda – do violino, já nas bancas – custa R$ 19,90. As próximas custarão R$ 34,90.

30 meses são dois anos e meio. Não estou questionando sua capacidade de fazer contas, caro leitor, só estou enfatizando que é um projeto de longo prazo. Será que a publicação consegue se manter por tanto tempo, nesse preço? Não estou criticando o custo, porque vi que tem qualidade justificável. O problema é o número enorme de volumes. Espero que chegue até o fim, porque mesmo que eu não compre todas as edições – por mais que eu queira, não sei se vou conseguir bancar 70 reais mensais – vou querer comprar a do piano, que vai ser a última.

Atualização: Ok, continuo sem dinheiro pra comprar mas tenho que admitir que pelo menos a publicação está se mantendo firme e sem atrasos…

Você pode olhar mais informações no site e na página do Facebook, onde estão interagindo bastante com os usuários.

Ordem dos fascículos

Atualização em 28/02: Depois de muito pensar, decidi não comprar a coleção completa. Por mais que eu gostaria de ter todos os instrumentos, concluí que comprar um livro enorme sobre história da música daqueles que custam uns 100 reais e mais uma estatuetinha de piano bem bonita têm um custo-benefício melhor. Mas vou listar os volumes aqui na ordem em que forem saindo:

  • 30/01: 1- Violão
  • 13/02: 2- Violino
  • 27/02: 3- Guitarra elétrica
  • 12/03: 4- Tuba
  • 26/03: 5- Clarinete
  • 09/04: 6- Contrabaixo
  • 23/04: 7- Tambor
  • 07/05: 8- Alaúde
  • 21/05: 9- Guitarra de Jazz
  • 04/06: 10- Violoncelo
  • 18/06: 11- Banjo
  • 02/07: 12- Trombone
  • 16/07: 13- Oboé
  • 30/07: 14- Trompa
  • 13/08: 15- Viola de gamba
  • 27/08: 16- Corneta
  • 10/09: 17- Flauta transversal
  • 24/09: 18 – Viola
  • 08/10: 19 – Contrafagote
  • 22/10: 20 – Lira
  • 05/11: 21 – Bandolim
  • 19/11: 22 – Harpa
  • 03/12: 23 – Bumbo
  • 17/12: 24 – Fagote
  • 03/01: 25 – Clarinete Baixo
  • 04/02: 27 – Trompete
  • 20/03: 30 – Bongô
  • ?????: 31 – Cítara
  • 08/04: 32 – Tímpano
  • 22/04: 33 – Balalaika
  • ?????: 34 – Corne inglês
  • ?????: 35 – Serpentão
  • 03/06: 36 – Sousafone
  • 20/06: 37 – Saxofone
  • 05/07: 38 – Saxofone Soprano
  • 39- Flautim
  • 40- Acordeon
  • 41- Pipa
  • 42- Conga
  • 43- Gongo
  • 44- Koto
  • 45- Rebab
  • 46- Tiorba
  • 47- Sitar
  • 48- Erhu
  • 49- Yueqin
  • 50- Sheng
  • 51- Gaita
  • 52- Flauta de Pa
  • 53- Vibrafone
  • 54- Xilofone
  • 55- Orgao
  • 56- Triangulo
  • 57- Ti
  • 58- Yangqin
  • 59- Sanfona
  • 60- Piano

Perdi as datas de alguns volumes porque não atualizaram a página no facebook. Aquela página tá deixando a desejar agora, então coloquei a lista completa e acho que não vou mais atualizar as datas.

Atualização em 04/08

Devido ao grande sucesso de vendas (ou às edições encalhadas, vai saber), a editora resolveu voltar a coleção do zero ao mesmo tempo em que continuam publicando os fascículos atuais em duas fases. Alguns estados estão no 40, enquanto outros estão 14 volumes atrás. (que confusão!) Então quem quiser pode começar a comprar a partir de agora! Yay!


Domo-kun gosta do violão ( ̄▽ ̄)ノ

Posts relacionados:


59 Responses to “Enciclopédia” Salvat de Instrumentos Musicais

  1. Achei justo tudo que falou. Aliás quase desisti depois de ler. Vou tentar comprar com muito custo todos os instrmentos, mas também tenho medo dessa coisa miar. Porque todos almejam o piano, com certeza.
    O próximo depois da guitarra é a Tuba

  2. Olá, gostaria de dizer que tb achei o máximo as miniaturas mas que o site não oferece as informações necessárias e não conseguimos ver quais serão as próxiimas edições…é uma pena mas tudo de bom que aparece sempre tem um "epa" no meio do caminho!!

  3. Carissimo essa coleçao , minha mae esta comprando pra mim como presente de aniversario , natal , aniversario , natal ….rsrssrs , mas estou amando , nem estou abrindo as miniaturas deixo todos na caixinha

  4. essas edi;oes costumam nao durar pelo pre;o nunca chegam ate o final .
    nunca. pode conferir.
    mas nao sei que vantagem eles tem nisso se fizessem todos com o pre;o da primeira edi;ao e os tres ultimos que sao sempre os mais desejados. por um pre;o maior claro que venderiam muito mais.
    mas o objetivo [e vender por um pre;o la em cima mesmo. se nao comprassemos eles iriam ajustar o pre;o com certeza o problema que este e um pais com muita diferen;a social e quem tem nao pensa em quem nao tem. quem nao tem que se vire. esta e mais um exemplo de diferen;as sociais. eu nao compro so a primeira pois esta em um pre;o ate que justo.

  5. Concordo com a pessoa que falou a respeito de preço acima… eu compraria com prazer as edições quinzenais por um preço, digamos, 19,90… poderia até não ser o preço isca de 9,90… mas quase 35 reais?? Sinto muito… tô de fora…uma pena… mas acho que é um pouco brincar com a gente… como diria alguem: "palhaçada".

  6. já estou no oitavo exemplar, não tenho condição superior a de muuuita gente mas será que algém já parou pra pensar quanto trabalho deve dar fazer um instrumento tão pequeno, faço trabalho manual e me exirge mta atenção e cuidado por isso sei o valor de um trabalho assim, quem gostar msmo faz um esforço e compra, as vzs agte gasta dinheiro com coisas mto menos interessantes e nem nos damos conta! Tô amandooooo! " só espero ke continue dando certo" !! kkk

  7. To curtindo a coleção, mas já notaram que as miniaturas não tem tamanho proporcional entre elas?
    O clarinete fica enorme do lado do trombone. Queria ter no final uma orquestra em miniatura, mas vai ser uma orquestra esquisita. Que acham amigos?

  8. Realmente comprar todos os 60 vai dar bastante trabalho, mas como musico eu falo que vale a pena o esforço, vou tentar comprar todos, se eu não conseguir eu ja estou feliz de ter pelomenos alguns desses belos instrumentos. Força pra quem for tentar comprar. Ate mais ^^

  9. Desde que vi o comercial na tv corri para as bancas para agarrar o meu violão mais não conseguir, em todos as bancas que fui tinham acabado. porem, após ,ver o preço das outras edições estou um pouco confuso se começo a minha coleção ou não achei um pouco caro para minhas condições. Mas para quem vai fazer meu parabéns e boa sorte.

  10. Essa coleção começou no ES no mês passado…. já estou na guitarra eletrica, alias comprei duas …rsrs
    o que eu quero mesmo é a sanfoninha e o sax

  11. Entrei hoje, procurando mais informações sobre os instrumentos, e fiquei feliz em saber que não estou só nessa luta para comprar esses instrumentos. Mas fiquei contrariada em descobrir que são exatamente 60 edições….
    Vamos ver até quando eu irei consegui ir.. rsrsrs

  12. Olá Patrícia,

    Aqui em Alagoas a coleção tem dois meses, está no número 5. Como não pretendo comprar a coleção completa, só alguns instrumentos específicos, essa postagem é muito útil pois fico sabendo com antecedência quais os instrumentos que serão lançados.
    Obrigado por me mostrar o futuro, rsrsrsrs.

    Já que você está me ajudando com o futuro, que tal eu te ajudar com o passado?
    Tenho um blog chamado VELHIDADE onde faço postagens de matérias musicais escaneadas de revistas antiga, anos 70, 80… , muito bom pra pesquisas, e como você é uma pessoa envolvida com música, acredito que vai gostar.
    http://www.velhidade.blogspot.com

    Dê uma passada por lá e divirta-se.
    Abraços.

    Aqui em Alagoas a coleção tem dois meses, está no número 5. Como não pretendo comprar a coleção completa, só alguns instrumentos específicos, essa postagem é muito útil pois fico sabendo com antecedencia quis os instrtumentos que serão lançados. Obrigado por me mostrar o futuro, rsrsrsrs.
    Já que você está me ajudando com o futuro, que tal eu te ajudar com o passado?

  13. Depois da 60ª, vem a 61(um "cavaquinho" improvisado – na verdade é um violão menor onde adaptam 4 cordas num braço para 6 cordas e por aí vai. Não tem nada de cavaquinho). Estou esperando a 62 que dizem ser um violão de 7 cordas e que espero não ser uma nova aberração.

  14. Tudo muito lindo, aqui em Salvador estamos na 13 edição, mas também acho um pouco caro, aqui custa R$ 37,90, até terminar a coleção gastarei R$ 2.274,00. Mas continuo comprando, por sinal a 14 está atrasada estava prevista para o dia 30/08/2014 e até agora nada.

  15. Nada de 60 ou 70. A coleção terá 110 fascículos, como se pode observar nas informações que vem atrás de cada fascículo. Estou a fazer a coleção, mas, apesar das boas informações sobre cada instrumento, acho que as miniaturas deixam muito a desejar: são mal feitas, ou seja "meia-boca" e são desproporcionais em relação aos respectivos instrumentos reais. Mas tudo bem, pelo preço e pela procedência não era de se esperar grandes coisas, quebra um galho, só vou precisar dar uma melhorada em algumas das miniaturas como envernizamento e pintura para deixá-los ao meu gosto, pois sou um pouco exigente. Depois é só mandar confeccionar um belo quadro de aproximadamente 1,5m para encaixar as peças, colocar plaquetas metálicas de identificação e inferir um dispositivo com os respectivos sons. Acho que no final vai ficar "cool".

  16. Gostaria de fazer toda a coleção, mas as vezes não chegam alguns números na banca de jornal que eu costumo comprar. Eu perdi os números, 12, 14 e 18. Como fazer para comprá-los? Já tentei ligar para o telefone que está na contracapa da revista, mas ninguém atende e só dá sinal de fax.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *