“Vlog” da Patty K: Passa, Passa, Gavião #2

Continuando a série…

Certo, aqui está o segundo vídeo. Eu duvido muito que algum dia eu vá falar mais alto do que isso. Desculpem. orz (isso é uma pessoa caída, pra quem não sabe) Bom, pelo menos dessa vez eu sorri. Já é algum progresso.

Quanto ao vídeo, teve uns errinhos na música… mas já que o intuito é justamente mostrar meu progresso, eu tenho que mostrar como estou ruim naquela parte dificinha.

Então, vejam aí!


http://www.youtube.com/watch?v=YGqSJXHkMqs

Até a próxima!

Posts relacionados:


9 Responses to “Vlog” da Patty K: Passa, Passa, Gavião #2

  1. huhauha! Ficou nervosa, né? =p
    Aliás, é o primeiro Vlog que eu vejo!

    Mto legal, toda a parte em semicolcheias, realmente passa a idéia do gavião voando. Viajando um pouco, me lembrei da "Les Jeux d'Eaux à la Villa d'Este" (que é parte de uma obra maior) do Liszt, cuja tradução (bem porca) seria algo como "As fontes a Villa d'Este". E nem preciso dizer qual é o efeito que o piano reproduz. =]
    Ai é interessante notar, que ainda no Romantismo você nota as sementes das obras impressionistas, em algumas das obras de Chopin (um exemplo legal é estudo nº 11, Opus 25) e, em maior grau, das de Liszt.

    Recomendo muito a gravação de 1928 do Claudio Arrau, pra quem quiser escutar a Les Jeux d'Eaux.

  2. Que legal, está ficando muito boa a execução da música!!
    Foi uma ótima idéia você mostrar a partitura e comentar as partes! ;)
    O comentário que eu achei melhor foi o da autonomia pra mudança de dedilhado, kkkk!

  3. Bom que o vlog serve pra acompanhar a evolução na performance e também no entrosamento com a câmera. Pode-se dizer que em ambos os casos, melhorou em relação ao vídeo anterior :P

    Mas falando sério, essa música dá uma agonia só de ver sendo tocada. Claro que sou um idiota no quesito musical, mas dá pra ver as mãos se entortando entre si pra tocar as notas! O que foi que você escolheu para si, Patrícia!

    Agora… Com certeza que o Brasil quer ver a performance final vestida de Chun-Li, com certeza! Villa-Lobos would be proud! huahuahuahua! Tô rindo até agora, porque eu jurava que você estava de saco cheio da piada…

    • Hahahaha, que bom que teve uma melhora!

      Ah, isso é porque você não viu a sonata que estou tocando do mozart, com as mãos cruzadas. Eu amo mãos cruzadas, mas estou super desengonçada nela!!!

      HAHAHAHAHHAHAHA!!!! Não, eu amo essa piada! Sério! Um dia esse cosplay vai ter que sair, só por causa disso. LOL! Valeu por acompanhar!

  4. Sério, se você tocar de Chun-Li vai ser epic win, hahahahaha. Vou virar seu fã de verdade.

    Toda aquela linha atrelada a repetição representa o vôo de gavião (ou gaviaion, segundo o Chaves), o impressionismo acompanha quase toda a obra do Villa.

    Minha professora quer me matar quando eu altero alguns dedilhados, mas eu faço isso porque minha mão tem um tamanho um tanto maior que a média, algumas coisas que são escritas para facilitar só me atrapalham. Outro fator é que eu costumo a decorar a partitura apenas tocando uma ou duas vezes, então acabo não me preocupando muito com o dedilhado e sim mais com as notas, exceto quando trata-se de algum exercícios como o Hannon, Pischna & CIA.

    Aguardando o próximo episódio.

    • Hahaha, pode esperar!

      Sim! Toda essa simbologia é muito bacana!

      Poxa, você devia ficar feliz por ter um mãozão! Minhas mãos são pequenas e eu sofro com alguns acordes. Tem algumas coisas que são regra, né, por exemplo não usar o dedo 1 em tecla preta no período barroco… Mas em geral o dedilhado tem que facilitar, se te atrapalha você está certo em mudar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *