Filme: Immortal Beloved

“Meu anjo, meu tudo, minha outra metade. Apenas algumas poucas palavras hoje e estas, a lápis, suas. Somente amanhã saberei com certeza onde ficarei. Uma inútil perda de tempo e tudo o mais. Por que este sofrimento profundo? Se pudéssemos nos unir, não sentiríamos mais esta dor.”

Olá! Hoje vou postar sobre um filme que conta uma história de Ludwig van Beethoven. Immortal Beloved (Minha Amada Imortal) é um filme de 1994 e, como o título sugere, é focado em um dos maiores mistérios do compositor: quem seria a mulher que ele chama de amada imortal?

O filme se passa após a morte de Beethoven. Seu amigo Schindler encontra um testamento deixando todas as músicas e o capital para a “amada imortal”, acompanhado de uma carta de amor. Entretanto, não há um nome. Schindler decide descobrir quem ela é, para satisfazer o último desejo de Beethoven.

Ele começa uma investigação, procurando todas as mulheres com quem o músico se envolveu, e elas contam a história de seu envolvimento. Assim, graças a esses flashbacks, podemos conhecer um pouco da vida pessoal de Beethoven.

O que tem de verdade nisso tudo? É sabido que Beethoven foi um mulherengo. A amada imortal realmente existiu, mas sua identidade permanece um mistério.

Gary Oldman é o ator principal, e sua atuação está impecável. O filme também mostra a agonia de Beethoven com sua crescente deficiência auditiva e seu apego ao sobrinho Karl, cuja guarda ele tentou tirar da mãe. Mostra, principalmente, sua solidão, provocada pelo seu temperamento ruim.

Gostei bastante do filme, embora tenha achado triste. Fiquei com um pouco de pena do Beethoven, pela sua solidão. Ele sofria de depressão, e isso faz com que algumas pessoas se perguntem se ele teria sido o mesmo gênio se tivesse encontrado a felicidade. Essa questão da genialidade x felicidade também é abordada pelo médico House, do seriado de mesmo nome, que acredita que precisa se sentir miserável para diagnosticar os problemas que nenhum outro médico consegue. Mas isso já é outro assunto…

Apenas uma última curiosidade: alguém escreveu o nome dele errado em uma sinopse (von Beethoven) e isso se propagou pela internet, visto que a maioria dos sites apenas copia e cola a sinopse… Acho lamentável errar algo assim e ninguém checar e corrigir. Basta fazer uma pesquisa no google por “Ludwig Von Beethoven (Gary Oldman)” pra ver…

Fico por aqui então. Espero que assistam e gostem do filme!

Detalhes do filme no IMDB
Detalhes do filme no Filmow (eu já pedi pra corrigirem essa maldita sinopse lá, mas não deu em nada)

Posts relacionados:


One Response to Filme: Immortal Beloved

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *