Obras recuperadas: de campos de concentração e Mozart

Oi! Hoje estou postando para compartilhar duas notícias que vi nos últimos dias, uma delas foi sugestão da Jéssica, que me marcou no facebook. (Obrigada, adoro quando vocês me mandam coisas ❤)

partituracampoconcentracao
Imagem: Fondazione Istituto di Letteratura Musicale Concentrazionaria

Pianista italiano recupera músicas compostas em campos de concentração: Francesco Lotoro é um pianista que viaja o mundo buscando sobreviventes do holocausto para resgatar a música que era feita nos campos de concentração. A maior parte dessas composições foram feitas como um ato de resistência. Lotoro está preparando um filme, que deve sair em abril, e as gravações foram feitas em 16 países, incluindo o Brasil. Leia a matéria completa aqui!

Obra perdida de Mozart é tocada pela primeira vez: Uma obra perdida de Mozart, que foi descoberta em novembro de 2015, foi tocada pela primeira vez. É uma cantata que foi escrita em parceria com Salieri (sim, AQUELE Salieri do filme Amadeus) e um compositor desconhecido chamado Cornetti. Para escrever com Mozart ele não devia ser qualquer um, o que faz pensar em quanto não perdemos por falta de registro… O musicólogo Timo Jouko Herrmann diz que essa peça é chave para um novo entendimento da relação entre Mozart e Salieri. Leia a matéria completa e ouça a cantata aqui!

Até a próxima!

Posts relacionados:


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *