10 Dicas para apresentar trabalhos

Oi! Muita gente diz ao longo dos anos elogiou minhas apresentações de trabalho ou artigo, ao mesmo tempo que eu também já vi várias apresentações muito boas (e outras nem tanto…) então achei que poderia ser legal dar aqui algumas sugestões do que acho que funciona bem e pode deixar suas apresentações mais interessantes.

10383500_756309964412502_5417992222709237178_n
apresentando minha iniciação científica Blogs as a tool for music education no congresso da ISME! (International Society for Music Education)

1Não leia. Seja natural. Quando você lê, seja um papel ou o próprio slide, você perde a naturalidade do que está falando e acaba soando chato. É mais interessante quando você não se preocupa tanto com as palavras exatas (tipo texto decorado), mas transmite a ideia porque ela está internalizada. Então estude bastante e ensaie se precisar, mas não tente decorar ou ler na hora. Uma vez depois da palestra de uma professora universitária eu peguei o notebook que ela usou durante e no desktop tinha um txt com a fala dela, palavra por palavra, incluindo “pausa para receber aplausos”, “pausa para ver a reação do público”. EU JURO, ERA UM SCRIPT. Não preciso nem dizer que foi uma das palestras mais chatas em que já estive.

2– Mas tenha um guia! É normal bater um nervosinho na hora e a gente esquecer de falar alguma coisa, então tenha um guia de tópicos, que pode ser um papel ou slide. Mas se mesmo assim você esquecer de falar alguma coisa e achar que vale a pena voltar, tudo bem! Só tente não fazer muito isso senão pode ficar confuso.

3– Usar ou não usar slides, eis a questão. Tem gente que pode achar ultrapassado, mas eu gosto. É um jeito de facilitar que o público acompanhe o que você está dizendo, com os tópicos. Também dá para anotar palavras-chave, nomes de referência, que sempre são interessantes. Se você realmente não gosta do power point e similares, pode procurar ferramentas mais modernas. Eu particularmente prefiro algo mais tradicional sem muitas firulas, mas é questão de gosto.

4O SLIDE TEM QUE SER LEGÍVEL. Não adianta nada optar por usar se o público não consegue ler o que está escrito!!! Você pode colocar uma imagem linda como plano de fundo, mas se a fonte não aparece nela, qual o sentido?? Também leve em consideração que dependendo de onde você se apresentar, o projetor pode não ser dos melhores, então tome cuidado na escolha de cores. Eu prefiro ser funcional e quase sempre opto por fundo branco e fonte azul escura, não tem erro.

5
– Também evite o excesso de informação. Não copie e cole seu trabalho inteiro nos slides. Coloque tópicos e um resumo bem sucinto de cada ponto. Mas é importante que você leve em consideração que pode ter gente copiando o que está escrito. Não adianta falar “vou compartilhar os slides”, eu sempre copio. Porque mesmo que eu receba os slides depois, sei que eles vão ficar parados aqui no computador e eu nunca vou abrir pra olhar. Mas as informações no meu caderno eu vou ver com mais facilidade, vou fixar melhor as informações e escrever é um jeito de me manter mais atenta à palestra/trabalho/aula/etc. E fico muito frustrada quando estou copiando e a pessoa troca de slide >:( Então tente levar isso em consideração de acordo com a quantidade de informações que você colocou no slide.

IMG_20160129_114624609
um exemplo da minha frustração nas anotações de um congresso

6– Você pode fazer pausas! Tem pessoas com vícios de fala em apresentações, como ficar falando “ahm…”, “er…” enquanto pensam. Acho isso um pouco irritante (desculpa). Não tem problema ficar alguns segundos em silêncio! É até bom que a apresentação não seja um fluxo incessante de fala.

7– Não fique na frente dos slides. Parece super básico, mas na hora dá tilt e a gente pode andar e não perceber que está tampando os slides. Principalmente em apresentações em grupo, já vi acontecer bastante.

8– Leve tudo de que vai precisar em mídia física (pendrive). Vai passar um vídeo do youtube? Baixe, tem vários programas e até sites que permitem fazer isso facilmente. (dica: este aqui) Vai mostrar um site? Tire algumas screenshots para garantir. Vai que o lugar em que você vai apresentar não tem internet ou a internet não colabora com você? Nada mais anti-climático do que estar vendo um vídeo interessante no youtube e… carregando………

9– Deixe um espaço para perguntas. Dependendo da ocasião, pode ter uma regra como reservar os 5 minutos finais da apresentação para perguntas. Se não tiver, você pode optar por deixar o público fazer perguntas durante a apresentação ou pedir para tirarem as dúvidas no final. Eu prefiro o tempinho no final, porque se muita gente ficar interrompendo para perguntar, pode perder um pouco o fluxo da apresentação.

10– Fique de olho no tempo. Normalmente tem um tempo máximo para cada apresentação, se planeje para não extrapolar. Se você não tem muita certeza de quanto tempo levará, ensaie uma vez antes e cronometre o tempo. Com a experiência você acaba conseguindo prever se sua apresentação está muito longa ou não. Durante a apresentação, tenha um relógio para controlar o tempo, ver se precisa acelerar pra chegar naquela parte importante. Já coordenei uma sessão de comunicações e é bem chato ter que cortar a apresentação de alguém que não se planejou. É chato pra todos os envolvidos: pra quem corta, pra quem não consegue apresentar e para o público, que não vê o trabalho todo e perde a chance de fazer perguntas.

Dica Bônus: No final, coloque seu nome e email! Se você estiver apresentando trabalho no colégio/faculdade onde todo mundo te conhece é uma coisa, todo mundo sabe como falar com você, mas se você estiver apresentando em algum outro evento ou congresso pode ser que as pessoas queiram entrar em contato com você para pedir mais informações e trocar ideias. Essas conexões são muito bacanas, então recomendo!

Você sempre vai ganhando mais experiência a cada apresentação e sempre tem ideias para as próximas! Eu já apresentei em vários congressos, incluindo um internacional. Até hoje ainda fico nervosa, mas é muito bom poder transmitir o seu trabalho para outras pessoas e trocar ideias. :) Tem alguns dos meus trabalhos aqui no blog, nas tags trabalhos e pesquisas. Tem vários que ainda preciso colocar aqui, farei em breve.

Por falar nisso, está aberta a submissão de trabalhos para o IX Encontro de Educação Musical da Unicamp até dia 22! E eu ainda não fiz o meu. Mas eu sempre deixo pra última hora. Isso eu não recomendaria, não façam que nem eu. rs. Depois vou fazer um post com dicas para escrever trabalhos e artigos ;)

Você tem alguma dica que gostaria de compartilhar?? Posta aí nos comentários! ★

Boa sorte com os trabalhos e até a próxima!

IMG_20151119_155132535
Congresso de Iniciação Científica da Unicamp

Posts relacionados:


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *