Variações sobre um tema: “Quando você se forma?”

Oi! Este post aqui é uma reflexão minha, visto que recentemente todo mundo me pergunta quando vou me formar, tenho conversado bastante com as pessoas sobre isso. Ele obviamente é escrito pensando na licenciatura em Música porque é isso que eu faço, mas até dá pra adaptar a reflexão pra outros cursos, pensando sempre nas peculiaridades de cada um.

Are you happy?

No momento estou no quarto ano. A licenciatura supostamente tem duração de quatro anos (no currículo recomendado de disciplinas por semestre), mas eu decidi fazer em cinco porque desde ano passado comecei a trabalhar muito. Então o primeiro ponto da reflexão é que você tem duas opções:

  • 1: Demorar mais pra se formar e ter tempo de trabalhar enquanto estuda
  • 2: Se formar rápido para poder se dedicar ao trabalho em tempo integral depois de ter o diploma

Depende muito das necessidades e prioridades de cada pessoa, claro. Eu tenho a sorte de estudar na minha cidade natal, onde meus pais moram, então não preciso me preocupar com aluguel, por exemplo. Mas quero arranjar meu cantinho e ser independente, então estou trabalhando e juntando meu dinheirinho pra isso. A licenciatura em Música tem muitas oportunidades de trabalho. Por exemplo, eu acho que é mais comum encontrar aluno particular de algum instrumento do que de matemática, português etc. Uma das vantagens das universidades é que você tem muita autonomia para montar seu horário. Assim, você pode se programar e fazer um malabarismo: como eu estou trabalhando na terça à tarde, por exemplo, não peguei disciplinas nesse horário. Aí no ano que vem eu tento remanejar as aulas para outro dia.

Os dois jeitos têm seus prós e contras. Se você demora mais tempo no curso, também tem mais chance de se envolver em atividades dentro da própria universidade. A licenciatura tem muitos projetos, já escrevi sobre eles aqui. Na medida do possível, tento me envolver um pouco em todos. Acredito que a universidade é mais do que um lugar onde você vai pra ter aula, pegar um diploma e só. É um espaço para vivência, discussões e aprendizado também fora da sala de aula, sem falar da extensão: tentar pensar em dar um retorno para a sociedade.

Por outro lado, fazendo esses malabarismos de horário que eu falei, você nunca tem tempo de se dedicar integralmente a um trabalho ou projeto, sem falar que precisará ficar alternando os dias dependendo das disciplinas (porque um dia precisa se formar, né?). E também tem muitos empregos apenas para quem já está formado. Mas se você só faz as aulas pra se formar o mais depressa possível, vai ter muito menos experiência depois. Acredite, só estágio de observação da licenciatura não te prepara pra uma sala de aula, não.

Se eu fosse dar um conselho pra quem está no primeiro ano agora: estude bastante, evite reprovar disciplinas (porque isso já te atrasa contra sua vontade), adiante disciplinas se for possível. Observe alguns projetos, ajude no que puder, vá ganhando uma experiência para depois começar a trabalhar. Não tem uma fórmula perfeita, cada um é cada um. O que importa é aproveitar da melhor forma que conseguir! :) (eu com certeza estou)

Até a próxima!

PS: Parem de perguntar quando eu me formo, tem tanta coisa mais legal pra conversar. =p

PS2: De repente variações sobre o tema daria um bom nome pra uma seção de posts reflexivos, né?!

Posts relacionados:


One Response to Variações sobre um tema: “Quando você se forma?”

  1. Uma das coisas que me arrependo é não ter feito algo que me desse licenciatura. Eu particularmente amo ensinar, mas entendi isso muito tarde, assim, aproveite e muito este ambiente para aprender e poder contribuir em muito, e não queria só tirar o diploma logo! ^^

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *